terça-feira, 28 de setembro de 2010

Mariana Fontana Santos

A minha pequena polegarsinha.
Sei que seu aniversário passou, o que não me impede de algo escrever. Sei também que você não poderá ler, mas de repente no seu aniversário de 15 anos talvez, mas é certo que um dia você irá saber. Saber, o quanto meu amor por ti é imenso, o quanto eu te amo, e o quanto a sua vinda na terra foi importante para mim. Lembro que quando tu nasceu, eu não saia de perto do teu berço, conversava muito, e no fundo, eu sabia que eu tu me entendia, à ti, contei meus receios, e até mesmo meus segredos.
Suas canções lindas, trazendo alegria, me consola, e seu "eu te amo" sussurrando no ouvido, me conforta. E sei que quando choro, você diz: "o que foi maninha, porque está chorando?" E com uma inocência tão linda, pergunta: "Quer um beijinho?"
Ah meu amor! Tu não sabe o quanto é importante para mim, e o quanto é especial! Pois você é meu anjo, você é minha fadinha, é a minha princesa!
E quero que saiba o quanto é importante e o quanto é amada, e que para vida toda poderá contar comigo!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Um viva a nós gaúchos!

Eu não podia deixar de fazer essa homenagem não acham? Como uma boa gaúcha, cá estou eu a falar um pouquinho desse estado.
Raça, determinação, qualidades que foram essenciais para a "guerra" que nosso povo enfrentou e de uma certa forma saiu vitorioso. O que nos diferencia dos outros? A união, pois estamos juntos na vitória e também na derrota.
A história desse estado, particularmente, me fascina, pois cada detalhe, cada luta que passamos foi glorificante. Qual estado que passou por tudo isso? Qual estado que já quis virar país por ter essa capacidade? O nosso.
Com a nossa cultura, nosso jeito de falar, nossas tradições, isso fascina cada vez mais os turistas, e os próprios gaúchos também; pois quem não gosta de um friozinho, quem não gosta de um churrasco, e porque não dizer de um chimarrão?
Fazer parte desse estado, de uma certa forma, é um privilégio, e quero ir mais longe ainda é uma honra!
Agradeço por ser gaúcha, e não mudaria isso por nada, pois estado como esse não existe! Com seus defeitos e com suas inúmeras qualidades encantam todos que aqui chegam, e com isso torna o Rio Grande esse estado tão "querido" que é.
Nossas tradições permanecem, com tudo, mesmo que os outros estados estejam se entregando a "moda", nós não, nós estamos de bombacha com muita honra, e sem vergonha, pois porque ter vergonha de uma tradição tão linda como essa? Porque ter vergonha de uma estado tão lindo, como seus campos e cavalos como esse? Não têm motivos para ter vergonha, simplesmente, devemos agradecer, por poder fazer parte desse estado!

"Ouve o canto gauchesco e brasileiro, desta terra que eu amei desde guri ♫"


terça-feira, 7 de setembro de 2010

Momento da pátria

Como não poderia faltar em meu blog, uma singela homenagem, a esse país independente!
O que é ser brasileiro? É simplesmente ter o privilégio de fazer parte de uma nação onde, não existe preconceito, onde a criminalidade tem o nível menor comparado aos outros países, é ter orgulho de ser de raça misturada, de ser brasileiro! É crer que em um país pode haver igualdade, sem rejeição. É cumprimentar amigos, conhecidos com um caloroso abraço que só o brasileiro sabe dar. É viver em um país saudável e com imensa natureza, é ver o sorriso no rosto de todas as crianças e ver que os homens estão no caminho certo para a evolução.
Descrever o amor que sinto pela minha nação quase que uma missão impossível. Mas posso confirmar que tenho orgulho de ser brasileiro, e que tenho orgulho de meu país! Pois nunca desejei viver em outro lugar, pois aqui é onde eu consigo encontrar o povo mais amoroso e caloroso, onde todos são iguais, e são poucas as diferenças entre seus estados. Somos um povo unido, e não tememos a nada, pois temos uns aos outros.
A verdade é que todos desejam um dia fazer parte da família Brasil, por esse e outros motivos que somos uns dos países mais queridos, onde todos sabem que são bem vindos!
É meu Brasil, ordem e progresso, é isso que o nosso país apresenta! E independente de quem seja o presidente, sei que nosso país não perderá suas características, e sei que unidos seremos um só! E tamanha é a força que teremos, e ninguém, ninguém mesmo poderá mudar nossa história. Essa história de dor, de luta e principalmente essa história de VITÓRIAS! "Indepência ou morte!" Eis aqui um maravilhoso país!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Onde amar ao próximo e fazer o bem é sinônimo de loucura.


Tantos temas para serem discutidos e eu vou bater na mesma tecla pela trigésima vez!
Se meus comentários realmente funcionassem, de repente eu não estaria aqui falando sobre o mesmo assunto. Mas como diz minha queria amiga e conselheira Clarice Lispector: "Enquanto eu tiver dúvidas, continuarei a escrever." E cá estou eu.
Cada dia que passa, aprendemos mais um pouquinho, e quanto mais eu penso no tema "mundo" não consigo chegar a uma conclusão definitiva. Realmente não tenho opinião formada, e sim "acho" muita coisa.
O motivo maior desse post é realmente esse: Esses dias, eu estava indo ao shopping, de ônibus. Estava lotado, mas com sorte consegui um local para sentar. Entrou um senhor de idade, ou seja, um idoso, e eu fiz o que me cabia  naquele momento, o que na verdade é obrigação de todo o jovem, dar o lugar. Nossa. Quando eu fiz isso o cobrador ficou me olhando como que se meu ato fosse algo paranormal, o que na verdade deveria ser comum.
O cobrador e um outro moço começaram a conversar coisas do tipo: "Nossa, que adolescente estranha." "Deve ser louca, ninguém no seu estado normal daria seu lugar nesse ônibus lotado, para ficar de pé." E outro adolescente teve a audácia de falar: "Como tu é burra!"
Que absurdo isso!
Muitas vezes sou tratada como louca, uma total e completa demente por fazer o bem, ou apenas "cumprir com a minha obrigação."
Por isso eu me pergunto em que mundo estamos vivendo? Que ponto chegamos? E a que ponto chegaremos agindo dessa forma?
Tenho sorte de não ser a unica que pensa assim, existem muitas pessoas boas nesse mundo, a quem todos deveriam seguir. O mundo precisa de pessoas boas, pessoas conscientes. Que tenha noção do que é certo ou errado.
Chegou o tempo de modificarmos nossas atitudes, não é possível continuar assim, como se fôssemos primitivos. E por favor, não tente convencer o outro a mudar, que comesse essa mudança por você!
Já cheguei muitas vezes a conclusão de que eu gostaria mesmo é de fugir, fugir desse mundo de normais, onde amar ao próximo e fazer o bem é sinônimo de loucura!