sábado, 15 de maio de 2010

Da cobiça ao desânimo

Quando vocês leram o tema central do post, ou seja o título, devem ter tentando decifrar, ou pelo menos ter uma ideia do que eu ia tratar sobre ele.
Digamos que, todos nós temos desejos, isso é normal de um ser humano, ou seja, todos nós, nem que seja em uma parcela mínima, cobiçamos algo. Até aí vocês já aviam conseguido entender, agora na parte do desânimo não captaram o que eu quis dizer, né?! Calma, vou explicar.
Quando desejamos muito algo, o normal do ser humano é correr atrás do que quer, no entanto, existem maneiras e maneiras de fazê-lo. Pessoas optam por trabalhar, batalhar até conseguir, pessoas optam por roubar ou até mesmo matar. Quando conseguem qual é mesmo a reação? Satisfeita? Talvez... Mas pode ter certeza que por mais que fique satisfeita o que conseguiu ainda não é tudo, ou seja não o satisfez totalmente. Pois é da natureza do homem querer mais, mais e mais.
Aí que entra a parte do desânimo, pois quanto mais queremos, quando conseguimos mais desanimados ficamos, assim fazendo com que nós queiramos mais. Concordam?
Falo até mesmo por experiência própria, tento me controlar, mas não é sempre que consigo..
Basicamente é isso, acho que quando queremos algo, não fiquemos tão obcecados, pois o resultado final, ou seja a hora que conseguirmos, o desânimo vai bater e o que tanto que queriam vai perder a "graça".
Queria dizer que o melhor é pensar muito bem antes de cobiçar algo, pensar se aquilo é o que realmente você quer, ou se é necessário. Pois muitas vezes sentimos falta de outras coisas e pensamos que a falta que estamos sentindo é de algo material, sendo que pode ser sentimental.

2 comentários:

  1. maaizaah maizah miigs
    inveja dos teus textos
    PODSAJSAPDD
    te amo s2

    ResponderExcluir
  2. inveja? IUOSADISAID
    nossa, como se os meus textos fossem maravilhosos, tu sabe que da de 10 a 0 em mim! :(

    ResponderExcluir